quinta-feira, 26 de julho de 2007

Ele há coisas extraordinárias! Então, não há?

Os textos Os erros de Marx acerca da exploração - I e Os erros de Marx acerca da exploração - II desapareceram da cache do Google. Nem constam da relação dos textos encontrados por pesquisa pela página do blog.
Desapareceram, inclusivamente, como campos de pesquisa. Quando efectuada pela designação exacta do título, a
pesquisa é identificada como erro, aparecendo a sugestão: será que você quis dizer Os erros de Marx acerca da exploração - E?. Mas nem com I nem com E apresenta os textos pesquisados. Isto, desde ontem ou onteontem. Entretanto, mudei a forma da numeração, colocando-a entre parêntesis, mas a situação mantém-se.
Provavelmente, o conhecido motor de busca ordena os assuntos pesquisados pelo mérito, e àqueles sem mérito algum elimina-os, para poupar memória. A brusca decisão revela que o meritómetro do Google está cada vez mais inteligente. A técnica adquire cada vez maiores virtualidades. A não ser que o sistema tenha fragilidades que permitam a um qualquer enfadado ou descontente eliminar um objecto de pesquisa.
Não havia necessidade, porque o tema não tem já qualquer relevância, o interesse que desperta é diminuto e o mérito dos textos não é assim tanto. De qualquer modo, o incidente é revelador de que há quem não brinque em serviço.

Ele há coisas extraordinárias! Então, não há?

Nota (30.07.2007): Na hipótese, que me foi sugerida, de que o imbróglio se poderia dever à forma de numerar os textos, mudei novamente a forma da numeração, substituindo a numeração romana pela árabe. Vamos esperar para ver o resultado.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial