quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

As ironias que a vida tem


Hoje, há mais estabelecimentos fechados do que no dia internacional do trabalhador. E vê-se muito menos gente nas ruas. Afinal, os próprios trabalhadores celebram outra coisa, ainda que digam o contrário e com múltiplos pretextos. Talvez celebrem a esperança num mundo melhor, que sempre tardará em chegar. O que celebram hoje, sem celebrar, garante-lhes esse mundo no outro mundo. As ironias que a vida tem.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial